01/07/2022

Pele oleosa x óleo Vegetal

Por Portal CoreSaúde

Peles oleosa e óleo vegetal… pode ou não pode?


Oieeeeeeee, maravitchosaaa! Acho que vocês já perceberam que nos últimos meses, os óleos vegetais e manteigas, tem tomado conta do mercado da skincare, né? Sempre que eu falo sobre isso lá no @dicadepele, recebo diversas perguntas sobre o uso desse tipo de produto e como funciona para pessoas com peles mistas e oleosas.


E é justamente por isso, que resolvi trazer mais sobre este tema aqui no Blog! Afinal, vocês sabem: o desejo de vocês, aqui é uma ordem! E para me ajudar com esta tarefa de explicar melhor sobre tipos de produto, uso e cuidados eu trouxe nada mais nada menos do que a Renata Pombo, fundadora de uma marca que a gente amaaaaaa: a @ecocare.bio.


Vamos começar dizendo, que os óleos vegetais são extremamente ricos em gorduras biodegradáveis, são as gorduras boas! Também possuem antixoxidantes como a vitamina E, alguns fitoquímicos e nutrientes da família ômega.


Por conter tantos benefícios, os óleos e manteigas vegetais ajudam a reforçar a barreira de proteção natural da nossa pele (na camada externa). Isso ajuda a reduzir a perda de água e previne a desidratação.


Semana passada expliquei a diferença entre desidratação e secura da pele aqui neste post: 5 dicas para cuidar da sua pele no inverno.


Por que é importante falar isso? Por que peles oleosas e mistas podem estar desidratadas! E se a sua pele já estiver desidratada, usar esses produtos apenas, não vai ajudar, você irá precisar TOMAR ÁGUA DE QUALIDADE meu amô!


Bom, e para a gente aprender ainda mais sobre isso, agora é a vez da Rê responder algumas perguntas! Renata Pombo é fundadora da Eco Care Produtos Naturais (@ecocare.bio), Renata é natureba e completamente apaixonada pelo mundo dos cosméticos, entusiasta dos ativos naturais Amazônicos, e uma eterna aprendiz sobre tudo que cerca as questões de pele e ativos 100%Naturais, com estudos e cursos na área de cosmetologia e insumos naturais, ela é especialista em Manteigas e Óleos Vegetais.



  • Vamos começar definindo e entendendo o óleo vegetal? O que exatamente é óleo vegetal?

Os óleos vegetais são gorduras extraídas das plantas, geralmente estão presentes nas sementes, mas podem ser utilizadas uma ou mais partes como, frutos, folhas e flores.



  • Qual é a diferença entre óleo vegetal e óleo mineral?

A grande diferença de um óleo mineral e vegetal está em sua origem, os óleos vegetais são extraídos de sementes e plantas e o mineral é um produto derivado da destilação do petróleo, conhecido como Parafina Líquida, em primeiro lugar possuem um grande impacto ambiental mas não pára por aí, os considerados “Petrolatos” possuem substâncias em sua composição que interferem no funcionamento natural da pele, entopem os poros, podem gerar inclusive dermatites além de possuírem alto potencial cancerígeno.



  • É verdade que as peles oleosas e mistas não devem usar óleo vegetal? Por que?

Não, na verdade existe um mito sobre o tema, que é muito divulgado e não muito bem explicado, o fato é que a pele oleosa e acneica tem uma deficiência de ácido linoleico, o que teoricamente deixaria os tecidos desequilibrados e vulneráveis à penetração de microrganismos e substâncias que promovem a inflamação. Com o objetivo de conquistar aquela pele sequinha, usamos produtos que retiram todo o sebo naturalmente produzido pela pele e nosso organismo entende o que? Sim, isso mesmo, está faltando óleo e produz mais oleosidade, chamamos de “Efeito Rebote”. O uso do óleo vegetal correto promove equilíbrio a pele, para peles oleosas indicamos o uso de óleos vegetais ricos em acido linoleico, são menos comedogênicos e podem ajudar e muito nesse equilíbrio.



  • Qual é a forma correta de utilizar este tipo de óleo?

Quando se trata de peles oleosas, é sempre bom evitar o excesso, os óleos podem ser utilizados puros, 2 ou 3 gotinhas ou podem ser adicionados aos cremes faciais de uso diário, também podem ser usados em sinergias (2 ou mais óleos em conjunto) porém vá devagar, assim conseguirá perceber a resposta da sua pele ao uso de cada um deles, e eleger o que mais se adaptou.



  • Quando falamos em peles secas, apenas o óleo vegetal é suficiente?

Não é bem assim, os óleos vegetais são excelentes nutritivos, cicatrizantes, antioxidantes…enfim, porém não são exatamente hidratantes, eles são biocompatíveis com a nossa pele, ricos em ácidos graxos e nutrientes porém agem como um protetor da hidratação natural da pele, agem como um umectante, ele impede que a pele desidrate naturalmente por fatores externos, portanto não é suficiente para que se tenha uma pele hidratada de fato, indicamos sempre para o uso corporal ou facial que ele seja aplicado juntamente com os cremes ou após o creme hidratante.



  • Quais são os cuidados que devemos tomar ao escolher um tipo de óleo vegetal para usar no rosto ou no corpo?

O principal é que verifique sempre as indicações de uso com o fabricante, considere seu tipo de pele, os resultados que você busca. Todos os produtos (principalmente os naturais) possuem resultados diferentes em peles diferentes, busque sempre por produtos 100% Puros, livres de sulfatos, petrolatos, perfumes sintéticos ou corantes.



  • Óleo vegetal pode favorecer o surgimento de acnes e cravos devido a própria oleosidade do produto?

Alguns óleos vegetais possuem em sua composição química maior parte de ácido graxo oleico, que costuma ter alto índice comedogênico, esses podem sim entupir os poros e favorecer o surgimento de um tipo de acne, ou aumentar a oleosidade da pele, evite.



  • Existem contra-indicações para o uso do óleo vegetal?

Não vemos nenhuma contra-indicação para o uso dos óleos vegetais, são produtos que se utilizados com a indicação, forma e na quantidade correta são extremamente seguros. Salvo os casos de alergias ou sensibilidades aos ativos de cada tipo de óleo.



  • Quais são os óleos vegetais mais indicados para o rosto de pessoas com peles oleosas, secas, mista e madura?

Peles Oleosas: indicamos óleos com ações adstringente, cicatrizante, antiinflamatória, antifúngica, antimicrobiana como o Copaíba, Jojoba, Rosa Mosqueta, Ricino e Alecrim.


Secas: preferimos os óleos ricos em vitamina E , A, aminoácidos, acido oleico, nutriente e minerais como o Abacate, Macadâmia, Patauá e Castanha do Pará.


Mistas: podemos indicar os ricos em vitamina C e A , betacaroteno, os super antioxidantes como Buriti, Café Verde e Açaí.


Maduras: indicamos os óleos regeneradores do tecido cutâneo, com Vitamina E,A,B e C, antioxidantes, fitoesteróis como o Rosa Mosqueta, Moringa, Argan e Andiroba.


Para o corpo gosto muito de indicar o uso de óleos mais ricos em ácidos graxos, vitaminas e aminoácidos, tenho alguns preferidos que podem ser utilizados na maioria dos tipos de peles, como o óleo de abacate, semente de uva, e amêndoas são ricos em antioxidantes, vitaminas A e E e minerais, pode apostar neles, principalmente agora no inverno onde tendemos a deixar de lado os cuidados com a hidratação do corpo por conta do frio né!?



  • Óleo vegetal x manteiga vegetal, quais são os benefícios de cada um deles para o nosso rosto e corpo?

São muitos os benefícios dos óleos e manteigas vegetais, temos manteigas cicatrizantes, nutritivas, clareadoras, temos óleos antioxidantes, anti-idade, emoliente…cada um com sua ação, aplicação e indicação, mas ambos são ativos ricos e com biocompatibilidade com a nossa pele, portanto existe uma capacidade maior de absorção dos ativos, a diferença está na cadeia graxa, óleos são líquidos a 25°C enquanto manteigas são sólidas ou pastosas, algumas manteigas quando extraídas são na verdade óleos como o caso da Cupuaçu, ou alguns óleos são quase como Manteigas como no caso do Andiroba. Ambos são ativos naturais com benefícios incríveis.



  • Em quais situações é mais indicado o uso de cada um?

Gosto de indicar cada manteiga ou óleo vegetal conforme as propriedades, os benefícios, e a facilidade de aplicação, algumas pessoas gostam mais da textura da manteiga para o corpo e óleos para pele e cabelos, outras preferem os dois juntos em sinergias com seus cremes, na realidade seguindo as indicações de tipos de pele, podemos fazer nossas alquimias livremente, testando e analisando qual resultado foi mais adequado para você. Vou deixar apenas uma observação para as peles oleosas que fazemos a indicação preferencialmente dos óleos específicos, embora já tive relatos de excelentes resultados em peles acnéicas no uso de manteiga de ucuuba + óleo de Jojoba por exemplo, essa é a magia do natural, é individual sempre.



  • Qual é o seu conselho para quem está a procura de óleos vegetais e/ou manteigas?

Priorize produtos puros in natura 100%, sem aditivos, misturas ou outros óleos carreadores, e vai seguindo um passo de cada vez, experimente os óleos e manteigas devagar, vai dando aquele tempo para analisar os resultados, comece com 1 ou 2 poucos e bons e depois se aventure, conselho: É um caminho sem volta! Grande Beijo.


 


E aí maravitchosaaa, conseguiu entender que óleos vegetais e manteigas vegetais podem ser usadas por todos os tipos de pele, INCLUSIVE as oleosas e acneicas? MAS ATENÇÃO, se você tiver acne fúngica, fique longe de óleos e manteigas até sua acne fúngica melhorar. Clique aqui e veja esse post sobre acne fúngica.


Ficou com alguma dúvida? Me manda nos comentários ou lá na DM do @dicadepele, eu vou amar falar com você!


Ah, e não se esqueça de se inscrever para a lista de espera da turma 4 do Programa Acne Control! A turma 4 está ARRASADORA! É só clicar aqui e se inscrever!


Fonte:  Renovaderm